Atendemos todos os estados.
Filiais em Rio de Janeiro, Brasília e São Paulo.
Contato:(21) 2257-0564
Whatsapp: (21) 995264003

10 de nov de 2012

Festas caras com produções fracas!Part 1 Mercado do Rio



      Aqui no Rio de Janeiro , fotógrafos de qualidade duvidosa cobram verdadeiras fortunas simplesmente porque souberam usar o marketing em benefício próprio. Fico triste porque muitas das minhas noivas, quando fecham comigo, já chegam com a foto fechada e 90% delas não gostam do resultado final.
      No mercado carioca, um profissional fecha um pacote para casamento com seis horas de cobertura (incluindo making of), achando que está oferecendo uma super vantagem. Peraí! Se cerimônia + festa duram seis horas, que pacote é esse?? Não é mais digno assumir que o tempo oferecido não é suficiente para a realização do serviço contratado?  
    Aqui, nesse mesmo mercado que apresento, profissionais com mais de dez anos de carreira parecem não valorizar tanto seus trabalhos. Os valores praticado por eles estão bem aquém do peso da imagem que um dia construíram. Gente nova e que acabou de entrar no mercado está a anos-luz no quesito $$. Gente, nem sempre o caro é o melhor, tem o melhor equipamento ou o melhor prazo de entrega do trabalho final. De que adianta estar com a agenda lotada até 2050, se o profissional só consegue entregar o álbum pronto quase no batizado do primeiro filho do casal? No mínimo, é falta de planejamento.  
    Portanto, é preciso ter muita atenção na hora de fechar o serviço de foto e/ou vídeo.  
    Ainda no Rio de Janeiro, encontramos os fornecedores de bolos, chocolates e doces. Passaria horas falando a respeito mas, já que  o post  é sobre defeitos do mercado, vamos lá. Fornecedor que copia o trabalhado do outro devia ficar de quarentena. Se o profissional quer se destacar no ramo, tem que apresentar algo novo ou, se não for novo, que seja, pelo menos, criativo. Passei por um experiência que gostaria de compartilhar com vocês. Um fornecedor novato fechou contrato com uma das minhas noivas. Até aí, nada demais. Só que a noiva encontrou outro fornecedor que prestava o mesmo serviço, porém mais barato e muito melhor. Na mesma hora, ela cancelou o serviço contratado inicialmente, contratando o outro. Com raivinha ou motivado por qualquer outro sentimento desconhecido, o fornecedor trocado; tratou de aumentar em 50% o restante do serviço que não foi cancelado. Para piorar um pouco mais a situação, no dia do casamento chegou às 16h para entregar a encomenda. Um fofo, não é?  
    Passando para o quesito decoração, se você não é daltônico e tem o mínimo de bom gosto, já pode ser considerado um decorador. Pelo menos essa é a impressão que tenho, quando vejo o trabalho de alguns profissionais. Já participei de uma montagem que a decoradoração; estava montada num salto 12cm e toda trabalhada na mini saia. Podia ser pior? Claro que sim! A equipe era mínima, o que atrasava absurdamente a montagem. Desse tipo de fornecedor o Rio já está cheio. Mas ainda há salvação. É possível encontrar bons profissionais no mercado, sejam eles iniciantes ou experientes. O importante é pesquisar e buscar referências de carne e osso antes de fechar no serviço.
      O capítulo DJ também merece comentários. Seja amador, recém-formado ou expert no assunto, o candidato a DJ deve ter o mínimo de feeling e pensar no evento como um todo. Falo isso porque já estive em um casamento em o momento do agradecimento virou uma cena de filme mudo. O som não conseguia chegar a todos os ambientes e a noiva não conseguia ser ouvida pelos convidados.Voltamos ao que disse anteriormente sobre a filmagem, DJs super experientes e comprometidos estão perdendo mercado e cobrando preços menores que esses candidatos a DJ,que só deixam a desejar.
      E as atrações para festa?eu realmente estou incluindo no meu checklist, o item animação(animador de bebuns,pq só muito alcoolizado para aturar isso).Cada mês aparece uma atração nova:MC social (Criaturas mal vestidas que interpretam sucessos do funk por um precinho camarada) tem o Escola de Samba da esquina(um grupo de bebuns gordos e desafinados que compraram seus instrumentos de percussão na liquidação) Grupo de Pagode de Casamento e um monte de "cópias baratas" dos melhores.
      Claro que se tratando de casamento, a empatia da noiva pelo fornecedor conta(e muito), mas não pode ser só isso!!!Cada vez mais fico passada com a quantidade de casamentos caríssimos que atendo e com péssima qualidade. Sobre as casas de festa, então, a MAIORIA deixa a desejar em absolutamente TODOS os itens!!!
      
      Cada vez mais temos festas caras com produções fracas!!!O tempo do "tudo perfeito” parece ter acabado. Das festas que organizei no ano passado, se tivesse saído 100% satisfeita de, pelo menos metade, estaria muito feliz. Mas não me contento com DJ mais ou menos, com fotografo mais ou menos, muito menos com bufê "razoável".Prolongando este item, infelizmente a maioria das noivas fecham com indicações da internet e de outras noivas que indicam os serviços principais por acharem estar fazendo um bom negocio.
            Também cada vez mais agradeço muito as cerimonialistas famintas por uma comissão que tem parcerias com absolutamente todo mundo(não sei se elas se contentam com serviço duvidoso ou se realmente só querem quantitativo de parceiros para ganharem mais "permutas e comissões)
    
      Eu não quero escrever todo domingo no facebook que fiz um festão, que foi perfeito, só porque foi num lugar bacana com fornecedores de revista, que a vida é linda e cor de rosa, quando na verdade estava mais ou menos...Aliás eu não faço isso nunca,assim como não envio e-mails de agradecimento no domingo para todos os prestadores de serviço agradecendo, salvo quando realmente todos foram excelentes, ser perfeito no mercado de eventos sociais é regrinha básica. 
        Só no Rio de Janeiro uma empresa de carro troca o modelo veículo escolhido pela noiva por outro sem ao menos avisar. Só aqui um florista entrega o buquê diferente do pedido pela cliente no meio do inverno, mesmo que no inicio da estação já soubesse que não tinha o tipo flor!
      Por todos estes motivos citados acima, fechei com um grupo de fornecedores de minha confiança. Quero sair de casa para fazer A FESTA. Fechar esse elenco de primeira não foi tarefa fácil!
      Outra coisinha que quero deixar claro, parceria não é comissão pela indicação dos serviços (coisa que acho super desonesto).Parceria é confiar num fornecedor  e colocar a reputação em jogo, apostar num bom resultado e receber a altura em qualidade de serviço.
      Esse post pode parecer meio grosseiro,mas é somente um desabafo a um mercado que cada dia mais o Marketing conta muito e fornecedores de péssima linha se mantem no mercado, seja por parcerias ou mídias como revista de noivas.
  
Postar um comentário